2 de setembro de 2012

Bico grossudo

Fotografar o Bico grossudo foi um dos objectivos das inúmeras idas à ESA nos meses de Julho e Agosto.

Geralmente não se dá por ele. As chegadas e as partidas são bastante discretas, e a sua preferência vai para o interior das copas das árvores.

Tenho-o avistado muitas vezes, mas fotografá-lo... muito poucas. Acabei por conseguir 2 sessões com um juvenil que, na sua inocência, suportava o ruído dos disparos e me permitiu recolher imagens em pousos diversos.

Os adultos, macho e fêmea, deram-me poucas hipóteses. Nas escassas vezes que estiveram ao alcance da objectiva, quase sempre em contraluz, deixavam-me apenas fazer 1 ou 2 disparos. A imagem do macho que aqui apresento foi a mais conseguida.


Bico grossudo - Hawfinch
Coccothraustes coccothraustes







ESA de Castelo Branco
(Julho de 2012)

11 comentários:

Isidro Ortiz disse...

Muy buenas capturas del Picogordo,las del juvenil me gustan mucho.Un abrazo

Joaquim Rodrigues Martins disse...

Boa captura, muito boas fotos.

joanca bs disse...

Hola JR muy buenas las fotos del ''pigordo''¡¡

Anónimo disse...

Vou esperar que este juvenil cresça e depois continue pela ESA para então o fotografar pois com os pais não me safo.
Um abraço.
R. Cruz

JR disse...

Hola Isidro y Joanca!
Ha sido una larga espera, pero lo he conseguido. No es un ave fácil de fotografiar.
Saludos,
JR

JR disse...

Olá Joaquim e Reinaldo.
Como se costuma dizer, "Água mole em pedra dura...".
Foi o caso. E estava a ver que não conseguia nenhuma fotografia de um adulto. São muito tímidos e muito discretos.
Saudações,
JR

Anónimo disse...

Conseguiu e bem, João.
Este é um pássaro difícil e apanhá-lo assim, com esta qualidade, não é para todos.
JA

JR disse...

Obrigado Joaquim.
Um destes dias temos de ir procurá-los a Idanha-a-Nova. Está quase na data em que eles por lá andavam no ano passado.
Pode ser que... com alguma sorte...
Cumprimentos,
JR

Tânia disse...

Não são fáceis de fotografar e estão aqui estão 3 excelentes fotos! Grandes capturas! Eu já me contentava em vê-los, para começar.

JR disse...

Olá Tânia.
Na ESA avistam-se com facilidade. São residentes e este ano nidificaram lá.
Tê-los ao alcance da objectiva é que pode ser difícil. É uma questão de sorte.
Saudações,
JR

elcamperoinquieto.com disse...

Preciosos picogordos, gran merito por lo esquivos que son!
Saludos camperos.